O Segredo dos Seus Olhos x A Fita Branca

Quando todos esperavam que A Fita Branca fosse ganhar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2010, o nome anunciado foi outro. O Segredo dos Seus Olhos. Filme argentino. E de suspense. Está certo que há também uma linha dramática em meio à história, mas o destaque mesmo vai para a trama policial. Enquanto isso, A Fita Branca era o concorrente “cabeça”: um filme de Michael Haneke, em preto e branco, com pouquíssima trilha sonora, longa duração e uma história reflexiva, portando toda uma análise social e uma contextualização histórica que tenta explicar um pouco do nazismo. Era uma briga interessante. E quem levou foi o argentino.

O filme de Juan José Campanella é mesmo ótimo. Na trama, um crime mexe com a cabeça de Benjamín Esposito (Ricardo Darín), que é enviado para o caso. Mas não é só isso que o inquieta: sua chefe, Irene Menéndez Hastings (Soledad Villamil), também abala suas estruturas. Aí estão postos os dois caminhos a serem percorridos pela trama que não é totalmente linear e conta com flashbacks. Os demais personagens vão se encaixando e as informações sobre o que aconteceu, sobre o que eles estão falando e o porquê de todo o receio são elucidados sem menosprezar a inteligência do espectador.

Haneke não só não menospreza como exige muito. O único elemento que não segue a linearidade da história é o narrador, o professor que já sabe tudo o que aconteceu e nos conta, apesar de não ser o centro das atenções. Todos os holofotes estão voltados para as crianças. É incrível como foram bem dirigidas e expressam até os sentimentos que não podem ser expressos, devido à pressão que sofriam pela educação rígida ao extremo. E é incrível estarem inseridas num contexto tão terrível. Todas vivem numa aldeia onde coisas estranhas começam a atrapalhar o sossego e a mesmice de sempre. Quem será o responsável? Ou os responsáveis? Haneke segura o climão até o fim e deixa pontas abertas sem amarrar de uma forma interessante.

A Fita Branca exige um pouco mais de repertório do que O Segredo dos Seus Olhos. É muito mais fácil uma pessoa gostar do filme argentino do que do filme alemão. O filme de Campanella é muito mais explicado: o espectador sai do cinema com as respostas. Mas sem entregar tudo mastigado. Não é um daqueles suspenses hollywoodianos onde o que importa é segurar o suspense até o final para sustentar os sustos comuns. E também não há elementos sobrenaturais para investir: trata de pessoas. O filme de Haneke também: mais do que nunca, trata de pessoas, até mesmo de toda uma sociedade e de um acontecimento que mudou o mundo. Mas os dois tratam de formas bem diferentes. Sendo assim, a pergunta é: um é melhor que o outro?

Isso é uma boa pergunta. E aqui você não vai encontrar a resposta. Até porque é uma questão de gosto, e cada um tem o seu. Mas o ponto que se pode discutir é: qual dos dois filmes adiciona mais para uma experiência marcante? Qual dos dois, por sua própria condição em desenvolver sua história, abre possibilidades de análise e entendimento da narrativa? Nesse sentido, tenho que confessar que prefiro A Fita Branca. O filme argentino se encerra em si mesmo; o de Haneke, não.

O estranho é justamente a vitória de O Segredo dos Seus Olhos no Oscar, que normalmente premia filmes mais profundos. O exemplo máximo disso foi a própria premiação de 2010: o prêmio de melhor filme foi para o mais profundo dos favoritos (leia-se Guerra ao Terror), enquanto o filme com a maior bilheteria da história, e com a tecnologia mais moderna, apesar do roteiro mais do mesmo (leia-se Avatar) ganhou apenas prêmios técnicos. O que se passou na Academia? Difícil saber. O que é de fácil entendimento é que, se você ainda não o fez, precisa ver O Segredo dos Seus Olhos e A Fita Branca.

Vitor Gonçalves

.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: