Mais um filme de Neil Gaiman nas telonas!

O mais novo filme baseado num livro de Neil Gaiman, The Graveyard Book, está engatinhando  e aos poucos recebemos mais informações sobre ele. Neil Gaiman é um assunto bastante delicado pra mim, amo tudo que ele escreve e amei todos os filmes adaptados de seus livros (Coraline e Stardust). Mas voltando ao que interessa o filme ia ser produzido pela Miramax, mas a empresa foi comprada e depois fechada pela Disney, encerrando então essa possibilidade.

Mas a boa novidade é que a 1942 Pictures, empresa do Chris Columbus (dir. Harry Potter e a Pedra Filosofal, Esqueceram de Mim), e a coreana CJ Entertainment se uniram para realizar o filme The Graveyard Book. Quem sabe agora o filme sai mais rápido do que os fãs de Gaiman esperavam!

Por trás do roteiro está Neil Jordan (Entrevista com o vampiro) e  Neil Gaiman afirmou em algumas entrevistas no mês passado, que ele já está na sua segunda versão e indo muito bem. Gaiman disse também ter gostado do script, mas o achou muito fiel ao livro. Onde já se viu um autor reclamar quando um filme é muito fiel?? Mas o criador de Sandman explicou sua afirmação, para ele um filme adaptado tem que deixar de ser literatura e realmente se tornar um filme com características de tal.

Mal posso esperar por esse filme, o Graveyard Book foi lançado em 2008 e ganhou diversos prêmios pelo mundo. Gaiman fez uma releitura da história do Mowgli, onde Nobody Owens fica órfão e é então criado por fantasmas em um cemitério. Outros mistérios cercam a história de Nobody (nome fantástico não?) que é perseguido pelo mesmo homem que matou seus pais, mas sempre protegido por seus pais adotivos, um casal de fantasmas muito simpático que me lembrou dos Weasleys (Harry Potter).

Mas voltando aos outros filmes feitos a partir das obras de Gaiman a minha dúvida é: por que todos eles não foram tão bem financeiramente? Especialmente Stardust que foi muito mal recebido pelo público apesar de ser um romance e conto de fadas. O mundo deveria dar outra chance a Stardust, não há atuação melhor do que a de Michelle Pfeiffer (Ligações Perigosas) e Robert De Niro (Taxi Driver). Enquanto ela faz uma bruxa feia tentando reaver a beleza ele faz um capitão pirata homossexual que tenta esconder a sexualidade da tribulação. Quem tiver priminhos, irmãozinhos, e esses outros inhos, aluguem esse filme para eles, vocês não vão se arrepender!

Juliana Maffia

Anúncios
Etiquetado , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: